Saiba como reter os talentos dentro de sua empresa

 

Toda organização é composta por vários tipos de recursos, não é verdade? Dos financeiros aos tecnológicos, é fundamental reter talentos nas empresas para garantir o sucesso do negócio.

São as pessoas, ou seja, os recursos humanos, que fazem realmente com que a empresa possa colher bons resultados. É por isso que uma boa gestão de pessoas é tão importante.

Quando procuramos ajudar a empresa, é preciso ter em mente que a manutenção de talentos é uma forma bastante eficiente de conquistar os bons resultados pretendidos.

Para quem busca maneiras de reter talentos nas empresas e fomentar boas práticas na cultura organizacional, existem atitudes que devem ser tomadas e incentivadas no ambiente do negócio. Vamos a elas!

Incentive à sensação de pertencimento

 

Um verdadeiro talento é um profissional que sabe do seu valor. Ele tem um mínimo de conhecimento crítico que o permite decidir por onde a sua carreira deve ser trilhada. Sendo assim, tenha certeza de que ele não perderá tempo em empresas em que não esteja satisfeito.

Para se sentir bem, o profissional precisa acreditar que está em uma situação segura e que é considerado como parte da organização. Sendo assim, é importante destacar estes dois pontos: segurança e um mínimo de estabilidade no emprego.

Estes dois traços farão com que o talento não se sinta pressionado a buscar ou, pelo menos, estar muito aberto a oportunidades fora da organização.

Quanto ao nível de envolvimento, ele é sentido a partir do momento em que o profissional entende que realmente integra o processo interno da empresa, ou seja, quando ele percebe que participa e é responsável pelos resultados integrais da organização.

Caso ele não se sinta parte da operação e não tenha segurança na função que exerce, estará muito mais tendencioso a se movimentar no mercado.

Ofereça oportunidades de crescimento e desenvolvimento

 

Outro motivo que leva bons funcionários a procurar vagas fora da empresa em que trabalham é a falta de perspectiva de crescimento.

Não são todas as pessoas que têm uma tendência de se manter em inércia. No caso dos talentos, essa tendência costuma ser exatamente o contrário: eles estão sempre aprendendo coisas novas e se destacando por iniciativas e uma atuação proativa.

Com a evolução natural desse tipo de profissionais, é comum que eles atinjam um ponto em que a sua função é proporcionalmente muito limitada perto do potencial que já conquistaram.

Se a sua empresa não tem um plano que alinhe esse crescimento individual, pode ser que ele busque um espaço mais confortável em outro lugar.

Proporcione supervisão adequada e reconheça trabalhos realizados

 

liderança de profissionais de destaque precisa ser bem preparada. Como são acima da média, esses talentos exigem um tratamento que busque manter a motivação e que tenha a capacidade de fornecer feedbacks no tempo e no tom corretos.

Por ter um desempenho diferenciado, ele não pode receber uma avaliação de sua atuação que o faça sentir-se como um funcionário mediano, pois isso faria com que a sua autoestima se retraísse, levando o seu bom rendimento para um patamar também mediano.

O importante não é tratar ninguém melhor ou pior, é saber como liderar as pessoas de forma justa e de acordo com suas personalidades.

 

Powered by Rock Convert

Abra espaço para a expressão e iniciativa

 

Com a criatividade e a curiosidade mais afloradas, é natural que alguns talentos acabem se interessando por algum tipo de atividade ou área da empresa.

Durante esse caminho — que, se for bem acompanhado, vai trazer resultados importantes para a organização —, o talento precisa de espaço e deve se manifestar e crescer.

Ainda que o resultado final possa ficar um pouco aquém do esperado, porque ninguém tem a obrigação de acertar sempre, é bom deixar o talento se expressar e tentar desenvolver projetos de seu interesse que estejam alinhados com o planejamento da empresa.

Às vezes, ideias cultivadas e amadurecidas por iniciativa, direta ou indireta, de profissionais de destaque podem se tornar novas metodologias de trabalho da empresa e até mesmo favorecer a exploração de nichos ou modelos de negócios a serem desbravados. Dê espaço a eles!

Disponibilize ferramentas e recursos necessários

 

Poder explorar o próprio potencial é uma vontade que todos os profissionais têm. Seja em maior ou menor grau, cada um dos colaboradores precisa ter orgulho do tipo de serviço que consegue desempenhar, e o talento não é uma exceção.

Assim, ter recursos que permitam testar conhecimentos, forçar limites e levantar novas necessidades de entendimento é algo muito importante.

Por isso, se a sua empresa tem bons profissionais, deve oferecer um mínimo de ferramentas úteis e recursos de produção que permitam explorar a capacidade desses talentos. Isso vai mantê-los concentrados no trabalho e envolvidos com as suas funções. Além disso, ficarão de lado vontades ou curiosidades por outras empresas e cargos ofertados pelo mercado.

Com bons desafios e dispondo de recursos adequados para desbravá-los, o profissional de talento poderá sentir que o maior obstáculo para que consiga atingir resultados relevantes é a sua própria capacidade de criação.

Motive por meio da qualificação e ensino

 

Depois de discutidas várias abordagens e formas de manter o talento focado em seu trabalho, em sua função, recebendo apoio da sua liderança e sendo incentivado a testar seus próprios limites, mais um tipo de atitude poderá fazer com que ele se sinta realmente parte integrante da empresa e responsável pelos seus resultados: investimento em qualificação e aprendizado.

É claro que uma empresa não vai dedicar parte dos seus recursos financeiros a um colaborador que não tenha o valor reconhecido ou que esteja prestes a ser dispensado. O talento, assim como todos os outros funcionários, sabe bem disso.

Portanto, ao perceber que ele é um ativo valioso para a organização e que merece receber treinamentos, perceberá que a empresa não só conta com ele, mas que acredita que ele poderá oferecer melhores resultados, merecendo, então, investimentos diretos.

qualificação profissional, além de potencializar a atuação dos colaboradores, serve como um tipo de voto de confiança da organização, sinalizando que esse funcionário é importante e que deverá ser mantido como parte fundamental para a rotina da empresa.

Seguindo essas dicas, fica muito mais fácil reter os talentos do seu negócio.

Se você tem colegas e conhecidos que também gostariam de ter o conhecimento dessas boas práticas, divulgue este conteúdo em suas redes sociais e ajude a sua comunidade a entender melhor como funciona e como se deve fazer a retenção de bons profissionais. Essas dicas são boas para todos!

 

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *