O que é Reskilling e qual sua importância?

 

Você sabe o que é reskilling e qual a sua importância no mercado de trabalho? Confira tudo isso e muito mais em nosso conteúdo!

É de suma importância que os profissionais da atualidade estejam constantemente atentos às inovações tecnológicas e que saibam se reinventar no mercado de trabalho.

Isso é relevante para garantir a empregabilidade e a competitividade no mercado, posto que ele está extremamente exigente e dinâmico. No entanto, muitos talentos se perdem nessas inovações e não sabem o que fazer para se manterem competitivos.

Neste post, vamos apresentar como fazer o reskilling (ou como atualizar suas competências) e qual a importância dessa atitude para o profissional contemporâneo. Ficou interessado? Confira!

 

O que é reskilling?

 

A tradução aproximada de reskilling é “requalificação“. Esse termo refere-se à habilidade do profissional de adaptar as capacidades que ele já tem com as novas necessidades da era digital.

Ou seja, o termo refere-se à capacidade que o profissional tem de desenvolver suas competências e aprender habilidades novas com o intuito de se tornar competitivo e apto a realizar um trabalho distinto.

Logo, ao desenvolver o reskilling o indivíduo aprimora sua carreira e se torna capaz de mudar de função, caso deseje ou caso a empresa na qual atua precise remanejá-lo. Ele se torna um colaborador mais dinâmico, flexível e com alta empregabilidade.

Podemos concluir, então, que o reskilling serve para ajustar a rota do profissional para que ele consiga chegar mais perto do que ele almeja. No mercado competitivo em que atuamos, é indispensável que os colaboradores desenvolvam suas carreiras para permanecerem ativos.

 

Quais habilidades o profissional do futuro deve ter?

 

O profissional do futuro precisa ter inúmeras habilidades para se manter ativo no mercado. Por isso, é fundamental que ele se desenvolva cada vez mais para fazer com que essas habilidades se tornem características naturais de sua personalidade.

Entre essas habilidades podemos citar a capacidade de resolução de problemas complexos, o pensamento crítico, a criatividade, a coordenação, a capacidade de gerir pessoas, a orientação para servir, a capacidade de negociação e a sabedoria para julgamento e tomada de decisões.

Além disso, é fundamental que o profissional desenvolva a capacidade de se atualizar em relação às novas tecnologias que estão surgindo, a inteligência emocional e interpessoal e a flexibilidade cognitiva.

Com o reskilling o colaborador consegue atualizar e desenvolver essas competências de modo sábio e acertado.

 

Como atualizar as competências técnicas e comportamentais?

 

Vejamos, a seguir, algumas dicas para desenvolver e atualizar competências técnicas e comportamentais:

 

Competências técnicas

 

Ser um profissional do futuro em relação às competências técnicas não é sinônimo de se tornar um expert em tecnologia. Contudo, é fato que qualquer que seja a área de atuação, a tecnologia estará lá.

Por isso, mesmo que não haja a necessidade de ser um graduado em automação ou desenvolvimento de software, por exemplo, é importante ser capaz de conhecer de qual forma os avanços da tecnologia podem impactar seu trabalho.

Feito isso, é necessário desenvolver as competências precisas para que você consiga lidar com as mudanças dentro de sua área, também chamada de “fluência digital”.

Dessa forma, o profissional consegue se manter competitivo. E a boa notícia é que desenvolver essa “fluência digital” não é uma tarefa tão difícil. É possível encontrar esse tipo de conteúdo gratuito ou por baixo custo em cursos online.

Logo, esteja sempre atento às atualizações tecnológicas dentro de sua área (e fora dela, caso queira se tornar ainda mais competitivo) e busque meios de estudar e desenvolver as habilidades necessárias para dominar essas atualizações.

Com isso, você não se torna um profissional obsoleto, nem passa por um grande desgaste quando tiver de lidar com uma nova tecnologia.

 

Competências comportamentais

 

O reskilling não se resume a desenvolver competências técnicas. As competências comportamentais também são de suma importância, até porque são as mais difíceis de desenvolver e são extremamente valorizadas e necessárias no mercado de trabalho.

Entre elas podemos citar a criatividade, a relação interpessoal, a adaptabilidade, a resiliência, a comunicação, a inteligência emocional, entre outras. Além disso, as competências de liderança também são bastante atrativas, tanto para as companhias quanto para facilitar o desenvolvimento de sua carreira.

Para desenvolver essas competências vale a pena buscar a ajuda de um terapeuta, bem como desenvolver hobbies que possam auxiliar, como a prática de meditação e atividades físicas.

Começar um curso de teatro, caso você tenha problemas em se comunicar ou queira desenvolver mais essa habilidade, também é uma excelente opção.

Além disso, ser capaz de se desligar do ambiente de trabalho nos momentos de lazer faz uma enorme diferença para o aprimoramento das competências comportamentais. Só sendo capaz de relaxar e de sair de uma zona de estresse e pressão é possível desenvolver uma mentalidade estratégica e criativa.

 

reskilling

 

Qual é a importância de se reinventar no mercado de trabalho?

 

Muitos profissionais ficam estagnados em suas zonas de conforto e não se veem capazes de evoluir. Isso é extremamente negativo, tanto para sua carreira quanto para o seu emocional.

É muito comum ver colaboradores frustrados, querendo mudar de cargo ou de emprego, mas sem as competências necessárias para evoluir.

É um grande engano pensar que somente as companhias se beneficiam de profissionais de alta performance, pois os próprios talentos tem privilégios como trabalharem na área em que gostam, serem valorizados e serem bem remunerados.

Por isso, é de muito importante investir em seu próprio desenvolvimento, para se manter atualizado no mercado de trabalho e no seu próprio papel na empresa.

Até porque, não é segredo que o mercado atual está cada vez mais dinâmico e que quem não se atualizar vai acabar ficando obsoleto para ele. Por isso, investir cada vez mais em suas competências para garantir sua empregabilidade é indispensável.

Como vimos, é extremamente importante desenvolver seu reskilling para se manter cada vez mais competitivo no mercado. O profissional que investe no aprendizado de suas competências técnicas e comportamentais para se reinventar no mercado de trabalho se torna almejado pelas grandes corporações e se transforma em um talento de alta performance.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Que tal continuar expandindo seus conhecimentos com nossos artigos? Leia agora mesmo nosso post sobre as vantagens do treinamento e-learning!

 

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *