Tendências da Educação Corporativa para 2020

 

A Educação Corporativa visa ampliar os conhecimentos, habilidades e atitudes dos colaboradores, com o intuito de torná-los mais estratégicos para os anseios da empresa. Logo, conhecer suas principais tendências e sua forma de implantação é primordial para todo gestor que almeja o sucesso.

Nesse artigo vamos expor as tendências da Educação Corporativa para 2020, justificando a relevância de contar com essas metodologias para garantir profissionais e equipes de alta performance.

Conheça a seguir as principais tendências da Educação Corporativa para 2020!

 

1. Avanço da aprendizagem adaptativa

 

Uma grande tendência da Educação Corporativa em 2020 será a aprendizagem adaptativa, apoiada em avaliações de confiança e conteúdo personalizado. Ou seja, esse novo modelo de ensino permite que o colaborador pule conteúdos que já estão sob seu domínio e faça cursos direcionados ao que ele precisa desenvolver.

Os benefícios da aprendizagem adaptativa é que ela impede que os colaboradores tenham de rever questões que já estão sob seu conhecimento e que podem se tornar monótonas pela repetição. Com isso, o profissional se sente mais seguro e tem autonomia para decidir, com base em seu perfil, o que ele deseja desenvolver naquele momento e o que já tem desenvolvido.

A aprendizagem adaptativa tem tudo para se tornar uma das tendências em 2020, promovendo maior engajamento dos profissionais, bem como a otimização do tempo e a geração de novos conhecimentos.

 

2. Lifelong Learning

 

A aquisição contínua de conhecimentos e competências é essencial para as empresas garantirem o seu crescimento econômico. Pois sendo o colaborador o elemento mais importante para elas, ele deve passar por processos que adequem sua função às constantes mudanças do mercado de trabalho.

Isso é possível por meio do conceito de lifelong learning ou aprendizagem contínua, em português. O lifelong learning é toda atividade de aprendizagem ao longo da vida, seja ela formal ou informal, realizada em diferentes tempos e lugares. O objetivo é atualizar e melhorar a capacitação dos colaboradores para o mercado.

Sendo assim, ele é um processo dinâmico de ensino-aprendizagem que vai além dos treinamentos tradicionais, e deve ser feito de maneira ativa e permanente. Para Gerhard Fischer, autor do livro lifelong learning: more than training, a aprendizagem ao longo da vida é um desafio essencial.

Esse é um hábito que as pessoas adquirem para serem capazes de compreender e explorar novas dimensões da aprendizagem constantemente. Seja a aprendizagem autodirigida, a aprendizagem sob demanda, a colaborativa ou a organizacional.

Portanto, a aprendizagem contínua é uma grande tendência que deve ser considerada como estratégia pela área de T&D.

Se quiser se aprofundar ainda mais neste assunto acesse nosso confira o vídeo complementar abaixo. Conrado Schlochauer explica para o T&D Geeks o que é Lifelong Learning e qual é o seu impacto dentro das organizações. Aperte o play e confira! ?

 

 

3. Uso da inteligência artificial

 

O uso da inteligência artificial já foi tendência em 2019 e aparentemente seguirá tomando espaço nas corporações mais conceituadas. Essa assistência que a inteligência artificial fornece aos treinamentos é extremamente relevante.

Muitas companhias estão fornecendo soluções muito eficientes onde os bots são capazes de direcionar os colaboradores ao longo dos ensinamentos, otimizando a obtenção do aprendizado.

A inteligência artificial será útil para prever padrões comportamentais do colaborador, auxiliando a personalizar o conteúdo de acordo com o grau de facilidade e dificuldade que demonstraram em cada módulo. Os bots também serão relevantes para auxiliar na pesquisa do conteúdo principal das etapas ao serem guiados por voz.

É provável que as companhias implementem novos métodos de suporte a essa ferramenta para proporcionar melhores experiências aos seus profissionais. Por isso, a inteligência artificial é outra forte tendência da Educação Corporativa para 2020.

 

4. Utilização de vídeos para aprendizagem

 

Mais uma grande tendência para o Educação Corporativa em 2020 é a utilização de vídeos para a aprendizagem. Os recursos audiovisuais estão conquistando grande espaço nos ramos do conhecimento por conta da facilidade de captação da atenção do colaborador e também por maior possibilidade de clareza e objetividade no conteúdo transmitido.

A ideia é criar vídeos menores, diminuindo o tempo de carregamento, gerando a otimização do tempo e maior direcionamento do conteúdo. Dessa forma, o colaborador se sentirá mais motivado a captar os ensinamentos e a expandir seus conhecimentos.

 

5. Aprendizagem social

 

aprendizagem social é feita por meio de uma relação de parceria entre os profissionais em seu ambiente de trabalho. Ela é posta em prática com fóruns, compartilhamento de conhecimentos, sessões de bate-papo informal, círculos de aprendizagem, entre outros. Esse modelo de aprendizado cresce na mesma medida em que os profissionais se desenvolvem.

Essa ferramenta faz com que o clima organizacional melhore, as equipes se conheçam e se tornem mais empáticas umas com as outras, os colaboradores passem a ter uma visão sistêmica e estratégica da empresa, além de aumentar a atenção e o comprometimento dos colaboradores.

É um método que vem crescendo e, certamente, fará muito sucesso em 2020, gerando equipes mais unidas e comprometidas não só com suas tarefas diárias, mas com os objetivos estratégicos da companhia.

 

6. Aprendizagem baseada em jogos

 

De modo geral, os jogos fazem muito sucesso com os indivíduos, ativam o espírito competitivo, promovem desafios, geram ascensões e ensinam a lidar com erros e acertos. Dentro das corporações não poderia ser diferente: com o dia a dia organizacional cada vez mais desafiador, demandando criatividade e flexibilidade, é muito recomendável que a aprendizagem seja feita baseada em jogos.

Esse modelo de ensino também é tendência da Educação Corporativa para 2020, e permite que o profissional se divirta e seja desafiado enquanto aprende. Com isso, ele se torna mais atento a pequenos detalhes e também se motiva mais a conquistar os objetivos. Vale ressaltar que é interessante fornecer algum benefício, mesmo que simbólico, de acordo com o desempenho do colaborador para que ele se sinta mais engajado.

 

7. Podcasts

 

O podcast está em alta. O hábito de produzir e consumir podcasts tem se tornado cada vez mais popular. Em 2018, uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Podcasters (ABPod) apontou que 50% dos respondentes ouviam podcasts diariamente. 

Isso se deve à abertura de plataformas como o Deezer e o Spotify, a partir de 2017, para a veiculação desse formato e à facilidade e baixo custo de produção e disponibilização.

O podcast é uma ferramenta de grande benefício para os treinamentos corporativos. Um podcast com conteúdo extra de algum treinamento pode ser usado para que o colaborador vá além do conhecimento transmitido em treinamentos presenciais por exemplo.

O podcast também abre diversas oportunidades para ser utilizado como uma ferramenta altamente impactante para disseminar a aprendizagem. Alguns exemplos da utilização desse formato para treinamento é utilizá-lo como reforço de conteúdos, disponibilização de áudios de palestras e workshops, áudios sobre temas relevantes, websérie em áudio sobre algum tema específico, contar histórias, ou outras atividades que desenvolvam o aprendizado auditivo.

 

8. Realidade virtual

 

Como o nome diz, a Realidade Virtual é a recriação da realidade, buscando a absorção por meio do sentimento de presença do usuário.

Trata-se de um ambiente digital de interface avançada. Isso torna possível simular ambientes reais de forma virtual, facilitando o treinamento em situações que requerem a manipulação de equipamentos custosos ou vivenciar situações e condições adversas e até de perigo e risco — tudo de forma segura.

Essas simulações virtuais afetam nossos sentidos de visão e audição e nossa resposta imediata. Unidos à capacidade de interação, esses fatores causam grande imersão. Logo, o participante passa a ter uma rápida absorção do conhecimento por tê-la “vivenciado”.

Sua forma eficaz de mistura da teoria e prática faz a VR (do inglês virtual reality) ser integrada de forma mais massiva na área de treinamentos entre as realidades fictícias.

 

Quer saber as principais dicas para a implantação da Educação Corporativa? Confira!

 

1. Realize um diagnóstico institucional

 

O primeiro passo é realizar um diagnóstico institucional. Por meio dele é possível definir os pontos positivos e os pontos de melhoria relacionados aos conhecimentos, habilidades e atitudes dos colaboradores.

Com essa informação, fica mais simples definir metas para atingir os objetivos da companhia, bem como conhecer de forma mais profunda as necessidades dos profissionais e elaborar um plano de ação mais assertivo.

Esse diagnóstico é interessante também para detectar possíveis falhas institucionais que podem estar contribuindo negativamente para o desenvolvimento dos colaboradores.

Por isso, busque o feedback dos profissionais, questione como eles estão se sentido e o que gostariam que fosse alinhado ou aprimorado para que o trabalho tenha mais clareza e qualidade.

 

2. Elabore um programa educacional com objetivos claros

 

O segundo passo é elaborar um programa educacional com objetivos claros. Essa etapa torna-se mais simples se o diagnóstico citado acima for realizado de maneira sábia.

Logo, é necessário refletir sobre quais são os objetivos da empresa e criar um plano de ação que viabilize a conquista dessa meta de modo estratégico, sem que haja a sobrecarga ou a cobrança excessiva para com os profissionais.

É preciso fazer com que todos compreendam que formar times de alta performance contribui para o sucesso do negócio, mas que também são benéficos para ampliar a competitividade do colaborador.

 

 

3. Escolha a metodologia adequada para o treinamento

 

O terceiro passo é escolher a metodologia que será utilizada para o treinamento dos profissionais. Nessa etapa é preciso avaliar o perfil dos colaboradores de cada setor e se atentar a utilizar o meio adequado de ensino.

Para isso, é preciso observar se os funcionários são mais descontraídos, sérios, dispersos, concentrados, agitados, tranquilos, competitivos ou companheiros. Dessa forma, fica mais simples saber qual abordagem vai cativá-los de modo mais significativo.

Inclusive, é importante se certificar de que o assunto tratado de fato é uma necessidade do setor ou profissional específico. Afinal, promover treinamentos sobre assuntos que o colaborador já domina é extremamente contraprodutivo.

 

4. Defina métricas e monitore resultados

 

O quinto passo é definir métricas e monitorar os resultados. De nada adianta promover inúmeros treinamentos se os resultados não forem mensurados. Logo, além de definir os objetivos que a empresa deseja obter com a Educação Corporativa, é necessário observar se as ações tomadas para conquistar esses objetivos estão gerando resultados.

Para tal é imprescindível que métricas sejam definidas, ou seja, exponha quais são as melhorias que a companhia almeja em um determinado período de tempo. Dessa forma, insira a metodologia de treinamento e observe se essa metodologia está sendo útil para a conquista do resultado esperado pela companhia no tempo determinado.

Para isso, é necessário observar se está havendo melhoria no setor referente às questões que antes estavam confusas, observe se o conhecimento está sendo compreendido pelos profissionais. Alinhar as informações é indispensável para que os processos tenham qualidade.

Além disso, peça feedback dos profissionais em relação ao que estão aprendendo e compare os resultados que estavam sendo obtidos antes da aplicação da metodologia e depois dela.

Dessa forma será possível saber se a empresa está no caminho certo ou se é preciso adotar novas estratégias para obter os resultados desejados.

 

5. Recompense os resultados positivos

 

Por fim, é muito importante recompensar os profissionais pelos resultados obtidos. A recompensa faz com que os colaboradores fiquem cada vez mais engajados a se empenhar e a ampliar cada vez mais seus conhecimentos.

Essas recompensas podem ser simbólicas para comemorar resultados simples ou podem ser mais significativas, tais como a inserção de um novo benefício fixo. Deixe o colaborador ciente dos benefícios que ele pode adquirir com seu empenho.

Isso faz com que os profissionais se abram ainda mais para o conhecimento e contribui com o sucesso das metodologias aplicadas.

 

6. Investa em melhoria contínua

 

A Educação Corporativa deve contar com a insatisfação para que ela seja implementada com sucesso. Ou seja, o gestor deve buscar a melhoria contínua e nunca estar satisfeito com o resultado, afinal, o conhecimento é infinito e o mercado está sempre se atualizando.

Logo, quando um objetivo for alcançado, é o momento de pensar até onde mais a companhia deseja chegar e observar, até mesmo, as expectativas do colaborador frente ao crescimento dos resultados.

Desse modo, é possível conquistar cada vez mais horizontes e garantir que a empresa ficará sempre um passo à frente em relação a suas concorrentes. Com isso, todos os resultados da companhia serão afetados positivamente.

Ou seja, o clima organizacional será aprimorado, o engajamento dos profissionais será maior, a cultura da empresa estará mais consolidada e a comunicação empresarial será clara, objetiva e saudável. Por conseguinte, haverá maior retenção de talentos e a diminuição do absenteísmo.

Isso significa que, quanto mais capacitados e reconhecidos os profissionais estiverem, melhor serão os resultados da companhia e mais rápida será sua ascensão no mercado. Por isso, é importante investir em melhoria contínua e no desenvolvimento de cada colaborador da empresa.

Como vimos, as tendências da Educação Corporativa enriquecem essa ferramenta, bem como os passos para sua implantação são úteis para promover essa metodologia de maneira estratégica e eficiente. Contar com a parceria de uma empresa especializada em fornecer esse tipo de conteúdo, como a EADSKILL, é uma decisão muito inteligente para multiplicar seus resultados e expandir o seu negócio!

E então, que tal começar 2020 de forma estratégica optando por essas novas tendências? Entre em contato conosco e conte com uma equipe comprometida e capacitada para atendê-lo!

 

Powered by Rock Convert

2 Replies to “Tendências da Educação Corporativa para 2020”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *