Como desenvolver Trilhas de Aprendizagem?

 

Trilhas de Aprendizagem

 

O rápido e contínuo desenvolvimento das tecnologias tem contribuído para que surjam novos formatos, métodos e ferramentas de educação corporativa, como o ensino a distância (EaD) e plataformas LMS. Entretanto, para obter bons resultados investindo nessas estratégias de treinamento, é importante utilizar as trilhas de aprendizagem.

Caracterizadas como um conjunto de ações integradas que visam aumentar o retorno dos investimentos em educação corporativa, as trilhas de aprendizagem são usadas para identificar as reais necessidades de treinamento dos profissionais da empresa, permitindo que seu desenvolvimento seja feito de forma personalizada e mais eficiente.

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe o artigo e descubra o que são as trilhas de aprendizagem, qual a sua finalidade, benefícios e como adotá-las no seu treinamento corporativo. Confira!

 

O que são as trilhas de aprendizagem?

 

As trilhas de aprendizagem podem ser compreendidas como um conjunto de ações integradas que visam determinar as necessidades de treinamento de cada profissional e desenvolver esses conhecimentos de forma personalizada, dentro de um processo de ensino corporativo.

Esse modelo se diferencia dos treinamentos convencionais ao permitir que os profissionais possam escolher quais serão os métodos — livros, cursos, filmes, estágios, sessões de orientação —, bem como o ritmo de aprendizado que desejam usar para obter as competências necessárias.

Neste sentido, as trilhas de aprendizado são percebidas como o caminho de ensino de cada profissional, composto por diferentes treinamentos e ações de capacitação, que desenvolvem conhecimentos, habilidades e atitudes baseados em suas necessidades.

Para que elas sejam construídas de forma estratégica, o time de RH deve reconhecer quais são os problemas e melhorias necessárias para cada profissional, e indicar possíveis formas de preencher as lacunas de aprendizado.

Por fim, as trilhas permitem que o desenvolvimento de competências profissionais ocorra por meio da aprendizagem formal ou informal. Além disso, elas podem ser utilizadas para desenvolver competências gerais, como aspectos de liderança, ou específicas de cada área, como vendas.

 

 

Quais os tipos disponíveis no mercado?

 

Existem dois formatos de trilhas de aprendizagem que podem ser usados no projeto de educação corporativa da empresa: linear e agrupado. Descrevemos melhor cada um deles, a seguir!

 

Modelo linear

 

Trilhas de aprendizagem no formato linear apresentam uma estrutura sequencial de ensino, ou seja, os materiais e conteúdos só podem ser acessados dentro de uma ordem específica, seguindo um passo a passo. Assim, a trilha é completada quando todos eles forem finalizados.

 

Modelo agrupado

 

O segundo modelo apresenta os materiais e conteúdos de aprendizagem de forma agrupada e sem sequência estabelecida, permitindo que os colaboradores escolham o que desejam consumir, conforme seu próprio interesse. Aqui, a trilha é finalizada depois que uma quantidade de recursos for usada pelo participante.

A escolha entre eles varia conforme a estratégia de ensino e o perfil dos colaboradores da empresa. Para aquelas que nunca usaram trilhas de aprendizagem, é indicado começar com o modelo linear, uma vez que o segundo é mais adequado para um público com maior maturidade e autonomia de ensino.

 

Qual a função das trilhas de aprendizado dentro da empresa?

 

As trilhas de aprendizagem servem para responder às necessidades atuais decorrentes do cargo atual do colaborador, bem como para desenvolver competências úteis para o futuro. Elas apresentam dois pontos de vista:

  1. a sequência de conteúdos definida pelo setor de recursos humanos e disponibilizada para os profissionais;

  2. o caminho percorrido pelo profissional durante a sua interação com outros profissionais, e os recursos disponibilizados no ambiente virtual.

Do ponto de vista do setor de recursos humanos, cria-se um ambiente estimulador e facilitador de aprendizagem por meio de um mapa de oportunidades educacionais que podem ser adaptadas a diferentes situações.

Já do ponto de vista do colaborador, os sistemas armazenam informações que podem ajudar a compreender como ele utilizou o ambiente virtual desenhando a sua trilha de aprendizagem. Isso também permite avaliar a efetividade das ações educacionais definidas pelo setor.

 

Por que é importante investir nesse modelo?

 

As trilhas de aprendizagem permitem que os investimentos em educação corporativa gerem mais retorno para a empresa, uma vez que os treinamentos são focados nas reais necessidades de cada colaborador e desenvolvem habilidades, competências e atitudes que aumentam sua produtividade dentro do cargo.

A personalização do ensino corporativo e a possibilidade de ditar as regras de seu próprio aprendizado resultam no aumento da motivação para participar dos treinamentos por parte dos colaboradores. Assim, o alcance das ações de ensino corporativo é maior, bem como sua taxa de aproveitamento.

Neste sentido, as trilhas de aprendizagem são importantes para impulsionar os resultados do negócio, contribuindo para a formação de um RH estratégico, bem como para a criação de um time engajado com seu desenvolvimento profissional — o que aumenta o valor do capital humano do negócio.

 

Quais são as vantagens de utilizar trilhas de aprendizagem?

 

As trilhas de aprendizagem apresentam diversas vantagens para a organização e para o colaborador também. Confira, a seguir, os principais benefícios que elas podem trazer para um negócio.

 

Acesso facilitado aos treinamentos

 

Normalmente, as trilhas de aprendizagem são dispostas em ambientes de ensino digital, ou e-learning, permitindo que qualquer profissional da empresa tenha acesso aos treinamentos e materiais de desenvolvimento.

Neste sentido, a oportunidade de aprendizado é mais democrática dentro da organização, uma vez que não restringe o conhecimento para apenas colaboradores que podem participar de eventos presenciais.

 

Estímulo à autonomia de aprendizado

 

Por permitirem que os profissionais escolham os materiais e tipos de treinamento que melhor atendem suas necessidades de aprendizagem, bem como preferências de estudo, as trilhas estimulam a autonomia dos colaboradores em desenvolver suas habilidades e competências.

 

Maior compreensão do processo de ensino

 

Um dos principais fatores que levam os profissionais a não participarem de treinamentos é a falta de clareza sobre sua importância e como eles contribuem para suas entregas na organização. O uso das trilhas apresentam um caminho evidente de aprendizado, facilitando essa compreensão e aumentando a atratividade das ações.

 

Crescimento do interesse em treinamentos

 

A disponibilização de diversos modelos e formatos de conteúdo, permitindo que os profissionais definam suas trilhas e momentos de aprendizado, aumenta o interesse no desenvolvimento profissional, bem como a participação no processo de ensino corporativo.

 

Facilidade para personalização do desenvolvimento

 

As trilhas de aprendizagem permitem que o processo de aprendizado e desenvolvimento seja personalizado e atenda às necessidades específicas de cada colaborador, uma vez que eles ficam responsáveis por escolher seus treinamentos e formatos de ensino.

 

Aumento do retorno dos treinamentos

 

Com o aumento do alcance e participação dos profissionais, o retorno dos investimentos feitos na produção e disponibilização de materiais e treinamentos aumenta. Assim, a área de Recursos Humanos otimiza seus resultados dentro do negócio.

 

Crescimento do capital intelectual da empresa

 

O uso das trilhas de aprendizagem incentiva o desenvolvimento constante dos profissionais, contribuindo para a formação de uma cultura de aprendizado, mantendo os participantes sempre atualizados e preparados para cumprir suas atividades com eficiência.

Nesse sentido, o capital intelectual da empresa aumenta, bem como sua competitividade no mercado.

 

Como fazer sua elaboração de forma eficiente dentro do treinamento corporativo?

 

Agora que você conhece os benefícios de investir nessa estratégia de ensino corporativo, é importante saber como fazer sua elaboração de forma eficiente. Abaixo, apresentamos 6 passos que devem ser seguidos para alcançar este objetivo. Confira!

 

1. Verifique as principais deficiências de desempenho no setor

 

O primeiro passo para adotar trilhas de aprendizado é responder às seguintes questões, que definem seu plano de ensino:

  • o que pode ser melhorado?

  • como obter resultados melhores e obter maior eficácia?

Essa tarefa deve ser uma ação conjunta entre empresa e colaborador. Pois é o profissional que constrói a sua própria trilha de aprendizagem. Ele pode verificar a necessidade de adaptação a novas estratégias que supram as defasagens em seu desempenho, por exemplo.

Uma prática indicada para definir as lacunas de ensino dentro da organização é realizar um levantamento das necessidades de treinamento do time, seguindo um processo estruturado para fazer essa identificação.

 

2. Identifique as possíveis causas dessas deficiências

 

Depois de verificar o que precisa ser melhorado, é hora de identificar o porquê dessas deficiências. Se em uma empresa há falta ou excesso de determinados produtos no estoque, isso pode ser causado pela falta de aptidão de um colaborador para operar recursos tecnológicos, como softwares de gestão.

Isso leva ao desencontro das reais necessidades de suprimento na empresa, atrapalhando as atividades internas e ocasionando um mal atendimento ao cliente.

O ideal é contar com a ajuda dos gestores para avaliar o desempenho dos colaboradores e identificar os pontos de carência de conhecimento. Uma análise de seu processo de treinamento e capacitação também deve ser realizado — as falhas podem estar no método utilizado, no conteúdo ou no treinador, por exemplo.

 

3. Examine as competências desejadas

 

Com base nas deficiências e suas possíveis causas, identifique as competências necessárias e de que forma ela contribui para resolver cada uma. Por exemplo, se determinados colaboradores têm atritos constantes durante a execução de projetos, disponibilize atividades que desenvolvam o trabalho em equipe.

Nessa situação busca-se a mudança de atitudes dos colaboradores ao propor atividades que exijam a busca conjunta de soluções para os potenciais problemas que envolvem o cargo desses profissionais.

 

4. Planeje quais são as ações para aprimorar o desempenho

 

Ao fazer o planejamento das trilhas de aprendizagem defina as atividades e conteúdos que serão disponibilizadas com base nos gaps encontrados. Crie um mapa de oportunidades que se adaptem às diferentes situações.

Disponibilize os diversos métodos aos profissionais e oriente-os sobre como aproveitar cada um deles. Vale ressaltar que é muito importante estimular e motivar os profissionais a realizarem as atividades propostas, como reconhecer e premiar o bom desempenho.

 

5. Defina as métricas para avaliar o treinamento

 

Após a aplicação das trilhas de aprendizagem deve-se realizar o acompanhamento e a avaliação dos resultadosalcançados. Ou seja, se o modelo adotado resultou na aquisição das competências desejadas.

Portanto, é preciso estabelecer indicadores de desempenho e metas para poder comparar os resultados alcançados com os resultados esperados. Por exemplo, utilize indicadores de desempenho como a avaliação 360º graus ou avalie os custos e benefícios de oportunidades negociais.

 

6. Crie a trilha de aprendizagem

 

Defina o modelo a ser usado e crie a trilha de aprendizagem. Nesse processo podem surgir dúvidas sobre quais modelos usar, o linear ou agrupado. No linear é definida uma sequência. Nesse processo, o colaborador só passa para a próxima atividade se tiver completado a anterior.

Já no modelo agrupado, o funcionário é livre para escolher quais dos recursos ele deseja realizar sempre visando o atingimento dos objetivos propostos.

 

Por que selecionar um parceiro para desenvolver trilhas de aprendizagem?

 

Existem no mercado diversas empresas que oferecem serviços de desenvolvimento e implementação de estratégias de educação corporativa, sendo a elaboração de trilhas de aprendizagem uma delas. Assim, é possível utilizar um time especializado para adotar esse modelo no seu negócio.

Os motivos para optar pela terceirização dessa atividade são diversos, sendo o principal o acesso a profissionais com conhecimento profundo sobre as tendências do mercado e melhores práticas para o desenvolvimento das trilhas, resultando na redução dos riscos do investimento.

Essa opção também reduz o tempo de implementação da estratégia, uma vez que o parceiro já apresenta modelos prontos que podem apenas ser adaptados para atender às necessidades do negócio em questão. Sendo assim, o custo do projeto também é reduzido.

Além disso, essas empresas acompanham as transformações do mercado, assim, oferecem a oportunidade de acesso aos novos formatos, métodos e ferramentas que otimizam os resultados das estratégias de ensino corporativo e podem ser colocados nas trilhas de aprendizagem — como gamificação, mobile learning, microlearning, entre outros.

Nesse sentido, utilizar uma empresa especializada aumenta a eficiência do projeto de educação corporativa da empresa, bem como o retorno dos investimentos realizados, contribuindo para a formação de um RH mais estratégico dentro da empresa.

Considerando todas as informações apresentadas, fica evidente que o ambiente organizacional atual apresenta grande complexidade e o desafio de desenvolver profissionais é muito maior, uma vez que existem diferentes necessidades e preferências de aprendizado dentro das organizações.

Portanto, adotar trilhas de aprendizagem é uma prática indispensável. O planejamento estratégico e sistemático possibilita o desenvolvimento de ações coerentes, com uma sequência que contribui para o aprendizado dos colaboradores e que resulta tanto em seu crescimento pessoal, quanto profissional.

Por fim, além das necessidades do cargo atual, é importante não se esquecer de considerar as aspirações, objetivos e preferências de crescimento profissional de cada colaborador no processo de desenvolver trilhas de aprendizagem, contribuindo para o seu interesse em permanecer na empresa.

Agora que você conhece os benefícios de desenvolver trilhas de aprendizagem, gostaria de inovar e adotar esse modelo para o seu negócio? Então entre em contato conosco da EAD Skill e conte-nos o seu desafio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *