Treinamento Comportamental, saiba como desenvolvê-los

 

Entenda em nosso conteúdo como desenvolver um treinamento comportamental em sua empresa.

A atualização e qualificação dos colaboradores tem se tornado um requisito fundamental no mercado atual, que se encontra cada vez mais competitivo. Dessa forma, os treinamentos são um dos fatores primordiais para o sucesso de qualquer empresa. Entre os principais tipos, destaca-se o treinamento comportamental.

Ele tem como objetivo desenvolver o relacionamento interpessoal dos colaboradores, melhorar a sua comunicação e desenvolver sua inteligência emocional, uma vez que a formação técnica não é o suficiente para formar bons profissionais.

Pensando nisso, vamos apresentar esse tipo de treinamento, entender melhor como ele funciona e como pode tornar-se mais efetivo para a sua organização. Boa leitura!

 

O que é treinamento comportamental e qual a sua importância?

 

O treinamento comportamental foi introduzido nos Estados Unidos, em 1947. Segundo essa abordagem, nosso comportamento influencia diretamente em nossas ações, seja no convívio social ou no ambiente corporativo. Dessa forma, nossos medos e ansiedade podem criar limitações, bem como entraves que podem nos prejudicar e aos outros também.

Por exemplo, podem afetar nossa produtividade ou, até mesmo, dificultar a relação com os superiores e com os demais colegas de trabalho. Com isso, afeta de forma negativa o funcionamento da empresa como todo. A boa notícia é que assim como somos capazes de aprender habilidades técnicas, também podemos aprender as comportamentais.

Os treinamentos comportamentais têm sempre como objetivo desenvolver os trabalhadores emocionalmente e psicologicamente. Eles contribuem de forma significativa com o ambiente de trabalho, pois focam em resultados imediatos e pontuais.

Muitos são os seus benefícios para os funcionários e para as empresas. Um deles é o engajamento e o interesse em buscar mais informações para atingir os seus objetivos. Com isso, há um aumento na produtividade e maneira geral.

Também proporcionam uma melhoria no clima organizacional, uma vez que os treinamentos que atendem as necessidades dos colaboradores geram neles mais satisfação em fazer parte da empresa.

Dessa forma, aprendem a se sentir mais responsáveis pelos resultados de suas escolhas. Por exemplo, ao desenvolver sua habilidade emocional e de comunicação, tendem a se preocupar mais na maneira de falar com as outras pessoas para não machucá-las.

 

Quais são os principais tipos de treinamento comportamental?

 

Comunicação

 

Essa é uma habilidade essencial para qualquer cargo dentro da empresa, pois ter uma boa comunicação ajuda a eliminar rumores e evita que erros sejam cometidos durante a execução de uma tarefa. Esse tipo de treinamento tem como objetivo desenvolver a capacidade de se comunicar de forma mais objetiva e clara.

Ela pode ser desenvolvida para melhorar a comunicação entre os próprios colaboradores, para falar em público ou para se comunicar os clientes. Para tanto, geralmente, abordam o controle da emoção, o uso das palavras, o tom da voz, a linguagem corporal e a defesa do ponto de vista de forma segura.

 

Resolução de conflitos

 

Em meio a um ambiente multidiverso, composto por colaboradores de diversas culturas e ideologias, muitos conflitos podem surgir. Por exemplo, a falta de aceitação de opiniões divergentes, falta de empatia e egocentrismo. Mas para o bem da empresa, os conflitos não devem fazer parte de sua rotina.

Portanto, devem ser trabalhados os seguintes aspectos: a ética e a cordialidade. Os profissionais que administram os conflitos geralmente são os líderes e devem saber o momento ideal para intervir e saber como fazer isso.

 

Inteligência Emocional

 

Esse é um tema disseminado pelo psicólogo americano Daniel Goleman, que conceitua a inteligência emocional como a capacidade do colaborador de reconhecer seus próprios sentimentos e emoções, bem como das pessoas ao seu redor, para assim desenvolver a capacidade de saber lidar com eles em seu ambiente de trabalho.

A inteligência emocional trabalha cinco dimensões: autoconhecimento, autocontrole, automotivação, empatia e sociabilidade. Esse tipo de treinamento tem se tornado essencial dentro das empresas, pois trabalha também a comunicação não verbal por meio da linguagem corporal.

 

Como desenvolver um treinamento comportamental com seus funcionários?

 

Planeje-se antecipadamente

 

Para que os treinamentos comportamentais gerem os resultados esperados, assim como os demais treinamentos, também devem ser bem planejados. Portanto, você deve criar uma cronologia, que basicamente é composta por quatro fases, a saber:

 

 

Também lembre-se de que é muito importante alinhar os objetivos dos treinamentos com as estratégias da empresa.

 

treinamento comportamental

Mapeie o perfil de cada profissional

 

Nesse momento é realizado um diagnóstico em que são avaliadas as necessidades dos profissionais de acordo com os cargos desempenhados. Por exemplo, a equipe de vendas precisa aprender a desenvolver a habilidade de negociar com os clientes.

Em seguida, são identificadas as lacunas que impedem o alcance das metas organizacionais. Ou seja, é preciso descobrir o que é necessário para melhorar essa habilidade, como capacidade de construir argumentos com fatos e dados. Então, só após esse mapeamento é que será definido o tipo de treinamento comportamental.

 

Defina os tipos de treinamento comportamental

 

Como já vimos, esse treinamento pode desenvolver várias dimensões comportamentais. Dentre as lacunas identificadas anteriormente, avalie quais ocorrem com mais frequência. Isso ajudará você a definir a prioridade na execução dos tipos de treinamentos.

Além dos tipos apresentados no texto, você também pode trabalhar os seguintes aspectos: liderança, gerenciamento de tempo, motivação e trabalho em equipe, dentre outros.

 

Escolha os métodos e procedimentos

 

O próximo passo é definir como o treinamento será feito e deve estar de acordo com a realidade da empresa. Então, comece escolhendo se o treinamento será presencial ou à distância. Se for em local específico, defina se será dentro de sua empresa e no horário de trabalho.

Caso o treinamento seja a distância, defina se os colaboradores poderão ou não criar seu próprio cronograma de estudo. Também pense em processos e técnicas, como salas adequadas para os treinamentos convencionais ou plataformas e-learning.

 

Aplique o treinamento e avalie os resultados

 

Convoque os trabalhadores que participarão do treinamento e mostre a importância desse programa para o crescimento profissional e pessoal deles para que se sintam mais motivados e engajados. Realize o treinamento e disponibilize um tutor para dar todo o suporte necessário.

Se você estruturou um treinamento de acordo com as necessidades de sua equipe, você será capaz de avaliar se os resultados obtidos foram satisfatórios. Caso contrário, avalie onde houve erros, se no planejamento ou na execução, para corrigi-los.

Quando o treinamento comportamental é conduzido por pessoas experientes, os impactos produzidos no comportamento e, consequentemente, na produtividade dos trabalhadores dentro de uma organização são mais profundos e assertivos.

Portanto, se a sua empresa não possui profissionais qualificados ou ferramentas adequadas para implementar esse tipo de treinamento, conte com o auxílio de uma empresa especializada. Quer saber como podemos ajudar a sua empresa? Então, entre em contato conosco e conheça as nossas soluções para treinamentos!

 

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *