6 aplicações da Realidade Virtual em Treinamentos

 

Realidade Virtual em Treinamentos Corporativos

 

A Realidade Virtual em treinamentos é uma grande tendência para o futuro, separamos algumas principais aplicações dessa tecnologia. Confira!

A tecnologia avança a passos largos e torna o dia a dia de todos cada vez mais interativo e dinâmico. Sendo mais facilmente dominada e barata, ela também permite a aplicação de recursos que antes eram exclusivos de um determinado mercado.

Um exemplo bastante interessante, e sob o qual nos debruçaremos um pouco mais hoje, é o caso da realidade virtual em treinamentos. Saída de plataformas de jogos eletrônicos e parques de diversão, essa tecnologia está disponível também para o ambiente corporativo e suas aplicações são limitadas apenas pela criatividade.

Especificamente voltada para os desafios de capacitação e reciclagem, a realidade virtual em treinamentos pode ser uma grande aliada das empresas e gestores que buscam versatilidade, originalidade e melhores experiências para seus colaboradores.

 

Aplicações da realidade virtual em treinamentos

Ao simular a realidade como a experimentamos na prática, a realidade virtual busca criar um cenário muito bem estruturado e que consiga fazer com que o público tenha a possibilidade de vivenciar um contexto bastante convincente.

A ideia é fazer com que o aluno receba o máximo de estímulos que o façam entender que, ainda que se trate de uma plataforma virtual, a experiência que é possível ser testada está retratando uma parte da realidade que é encontrada em situações cotidianas. Ao assimilar o ambiente, a pessoa reforçará condutas e padrões de respostas que farão com que ela tenha um desempenho na via real muito mais favorável.

Um dos benefícios dessa prática é que as simulações podem ser revisitadas quantas vezes forem necessárias até que o aprendizado seja realmente consolidado. Tudo isso com o grande benefício de esquemas e gráficos que facilitam o entendimento e que isolam a pessoa de qualquer risco de um treinamento real.

Entendidas as bases de um treinamento utilizando tecnologia de realidade virtual, passemos a algumas de suas inúmeras possibilidades.

 

 

1. Manutenção e operação de máquinas

Não é de hoje que existem simuladores de voo e até de direção automobilística. Esses tipos de aplicações são muito utilizados para ajudar a treinar pessoas que ainda não tenham um bom conhecimento ou vivência no comando de máquinas que estejam sujeitas a acidentes.

Instalações onde haja riscos de explosões, vazamentos, transporte de cargas pesadas ou frágeis e outras condições adversas à saúde exigem um bom treinamento de pessoal e, antes de colocar as lições aprendidas em prática, é uma ótima ideia fazer com que os alunos passem por um teste simulado. Assim, a empresa consegue acompanhar o nível de aprendizado e retenção de conhecimento sem que ninguém corra o risco de se machucar.

 

2. Segurança no trabalho

Podendo ser penalizada severamente, ainda mais se houver a reincidência do problema, organizações devem estar atentas à segurança e também à saúde do trabalhador. São gastos valores consideráveis com equipamento de proteção individual (EPI), palestras e conferências.

Ainda assim, o volume de acidentes preocupa e uma forma saudável e bastante instrutiva de ajudar os funcionários, sejam terceirizados ou não, a assimilarem normas e boas práticas de segurança é por meio da realidade virtual.

Por meio dela, fica fácil de se mostrar os erros cometidos e quais seriam as atitudes corretas diante de cada situação enfrentada. Dicas e tutoriais também podem ajudar a proporcionar uma operação diária com o menor risco de acidentes possível.

 

3. Simulações de atendimento ao cliente

Não só em ambientes onde a interação ocorra com as máquinas que um treinamento em realidade virtual pode ser feito. Outro tipo de aplicação bastante interessante é aquele que busca preparar a pessoa para uma relação com clientes ou outros stakeholders.

Com respostas previamente programadas, é possível guiar o funcionário por uma situação padrão que seja bastante similar à realidade encontrada. Assim ele pode experimentar diferentes abordagens e avaliar a reação em cada uma delas.

 

4. Cirurgias para médicos

Mais um ambiente que merece atenção é o médico. Se a condução e manobra de máquinas e veículos de transporte oferece riscos aos envolvidos, na área da medicina, os riscos também são bastante presentes. Ainda mais se estivermos considerando operações que envolvam processos delicados e exijam grande destreza dos cirurgiões.

Há alguns anos já tendo tecnologia aplicada no treinamento presencial por meio de bonecos e sistemas desenvolvidos para testar a reação e capacidade de lidar com situações delicadas, hoje é possível agregar ainda mais aos treinamentos por meio da realidade virtual.

 

5. Reconstruções arquitetônicas

Outra área que merece ser lembrada é a de engenharia e arquitetura. Antigamente, muitos cálculos eram feitos de forma isolada dos desenhos técnicos e layouts. Hoje, contudo, é possível oferecer um ambiente que consiga mostrar a disposição das peças e materiais ao mesmo tempo em que se calculam algumas condições.

A possibilidade de manipular objetos no espaço livremente, mudar pontos de vista por ângulos que na vida prática são impossíveis, trabalhar com um zoom maior ou menor sem grandes dificuldades, são motivos bastante relevantes para que se aplique a realidade virtual em treinamentos voltados a esse mercado. O entendimento acaba sendo muito mais natural e a economia com erros evitados paga tranquilamente o investimento.

 

6. Agricultura

Um erro muito comum de algumas pessoas é pensar que soluções tecnológicas estão afastadas do meio rural. O campo também pode se aproveitar facilmente de aplicações mais modernas como no caso da realidade virtual na busca por um melhor planejamento de lavouras e no entendimento de algumas técnicas agrárias.

Desde que bem estruturado, um treinamento focado nas necessidades do produtor rural tem grandes chances de sucesso. Processos podem ser ensinados, melhores práticas disseminadas, erros corrigidos e informações difundidas.

A aplicação da realidade virtual em treinamentos é uma ferramenta que tem a capacidade de ensinar pessoas de forma muito mais intuitiva e natural. Ela também consegue reduzir consideravelmente o tempo de processos de capacitação e reciclagem por meio da criação e imersão em cenários.

As empresas que ainda não se atentaram para esse tipo de solução precisam abrir os olhos para não perder o timing do uso da tecnologia. Quem não estiver preparado para as mudanças que ela está trazendo para o mundo corporativo acabará sendo engolido por organizações mais ágeis e bem preparadas.

Se você ainda não conhece bem os benefícios e a forma com que a realidade virtual em treinamentos consegue aprimorar experiências e fomentar resultados, talvez seja interessante ler um e-book que preparamos especialmente para você: Realidade Virtual na Educação

A EADSKILL oferece Soluções criativas em Realidade Virtual para suas ações de Treinamento. Compartilhe conosco os desafios em treinamentos de sua Empresa!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *