Como diminuir a evasão em cursos corporativos?

 

Hoje nas organizações, a aprendizagem contínua é uma questão de sobrevivência. Principalmente em um mercado tão competitivo, que exige uma equipe sempre preparada e atualizada para enfrentar suas mudanças. No entanto, apesar de os programas de treinamento garantirem mais rapidez e facilidade de acesso, ainda há um índice significativo de evasão em cursos corporativos.

Em primeiro lugar, para criar estratégias que acabem ou diminuem os fatores que levam a essa evasão, é preciso saber identificá-los. Justamente por isso, criamos o artigo de hoje. Confira, a seguir, quais sãos os principais desafios enfrentados em cursos corporativos e como eles afetam a organização, além de algumas dicas práticas para conseguir os melhores resultados!

 

Como a evasão em cursos corporativos afeta a organização?

 

Quando bem planejados, os programas de treinamento são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades e competências necessárias à empresa.

O conhecimento adquirido pelo colaborador lhe dá autonomia para tomar decisões práticas e mais produtivas, sabendo identificar, avaliar e solucionar todos os problemas que surgirem de maneira mais eficiente. Isso, no geral, acaba por gerar uma inovação contínua que, por consequência, garante uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

Do contrário, quando os colaboradores abandonam os cursos ou não completam todas as atividades de maneira adequada, a absorção desse conteúdo fica comprometida. Logo, todos os seus benefícios não são aproveitados, comprometendo o resultado desejado e essa melhoria no desempenho dos funcionários.

É essencial, portanto, investir em treinamentos corporativos eficientes. E, à medida que os desafios vão surgindo, deve-se realizar melhorias para garantir o maior engajamento de toda a empresa no desenvolvimento desses treinamentos.

 

Quais são as causas dessa evasão?

 

A falta de planejamento estratégico tem gerado algumas dificuldades que interferem no engajamento e no retorno esperado com treinamentos — o que acaba, muitas vezes, gerando uma evasão em cursos corporativos. Entre as principais causas desse problema, podemos destacar as seguintes:

 

  • dificuldade em manter os colaboradores atentos;
  • falta de tempo ou dificuldade para administrar o tempo de estudo;
  • falta de condições de estudos;
  • falta de organização pessoal;
  • problemas com o uso da tecnologia;
  • falta de atendimento às expectativas pessoais;
  • ambiente de aprendizagem e desenho do curso incoerentes com as necessidades de aprendizagem;
  • falta de expectativa com o treinamento ou falta de informação sobre a importância do curso;
  • pouco planejamento e comunicação institucional;
  • uso de estratégias e meios incompatíveis com o perfil dos colaboradores;
  • dificuldade de acesso à internet ou inabilidade para usar os recursos da internet;
  • falta de apoio da instituição ou ausência de tutores;
  • dificuldade de assimilação da cultura de educação a distância;
  • complexidade das atividades ou duração do curso;
  • falha na elaboração do curso;
  • dificuldade na associação entre a teoria e a prática.

 

Diante disso, a modalidade de educação a distância tem sido muito utilizada para suprir as necessidades de novos conhecimentos por parte dos colaboradores. Isso porque ela permite a oferta de conteúdos a um grande número de pessoas ao mesmo tempo, independentemente do local em que se encontram. Além disso, ela apresenta custos menores e é mais flexível à rotina dos trabalhadores.

 

Afinal, como combater a evasão em cursos corporativos?

 

Bom, como vimos acima, há aspectos que precisam ser avaliados e tratados de formas diferentes no que se refere aos colaboradores, tutores, curso e coordenação. Vejamos, a seguir, algumas dicas nesse sentido.

 

Tenha uma estrutura de boa qualidade

 

A qualidade da estrutura usada nos cursos é um dos fatores que mais contribuem para que os colaboradores sintam-se engajados e não abandonem o treinamento. Por isso, antes de ofertar um treinamento aos seus colaboradores, a empresa precisa avaliar quais são as necessidades de aprendizagem que devem ser abordadas. Em seguida, deve-se escolher uma plataforma LMS que seja prática, e um conteúdo que facilite esse aprendizado.

 

Divulgue a agenda para a organização

 

Depois de planejar os conteúdos a serem abordados, é preciso elaborar o cronograma, que será compartilhado com todos os membros da organização — isso é muito importante para que os funcionários possam adaptar a sua rotina de trabalho.

Também, os conteúdos devem ser divididos em blocos ou níveis, com prazos para a sua realização, e cada etapa precisa estimular o colaborador para que continue trilhando o caminho até a sua conclusão.

 

Utilize o mobile

 

Não é novidade que a inovação tecnológica avançou bastante, a ponto de se tornar parte da nossa rotina. Pois com os treinamentos corporativos não é diferente. Hoje, vários cursos on-line podem ser facilmente acessados por meio de dispositivos móveis, como smartphone e tablets. Assim, o conteúdo fica disponível para os colaboradores a qualquer momento e de qualquer lugar.

É importante, contudo, que as empresas auxiliem os colaboradores quanto ao uso dessas plataformas de aprendizagem, independentemente do tipo de dispositivo utilizado.

 

Use a gamificação

 

Para tornar os treinamentos ainda mais interessantes e atraentes, uma alternativa é utilizar a gamificação — um conjunto de estratégias presentes em jogos capazes de tornar o curso mais divertido, estimulando os colaboradores a progredir nas atividades propostas.

Por exemplo, cada módulo do curso pode ser classificado como um nível diferente. Dessa forma, à medida que avançar neles, o funcionário acumula pontos para ser recompensado posteriormente. No fim, quem tiver mais pontos pode receber um benefício da empresa, por sua dedicação e participação no treinamento.

 

Estimule uma cultura de aprendizagem

 

Para ter mesmo êxito, o aprendizado deve ser estimulado entre os membros da organização, tanto entre os colaboradores quanto entre os gestores. Por isso, é essencial criar uma cultura que estimule a aquisição constante de conhecimento e a importância dos treinamentos — desde a etapa de elaboração até o feedback sobre as expectativas e desafios enfrentados durante o curso.

Enfim, a evasão em cursos corporativos ainda é uma realidade para muitos gestores, e por diversos motivos diferentes. Contudo, como vimos, identificar esses fatores pode contribuir para mudanças efetivas e melhorias nas estratégias implementadas. Então, avalie constantemente a eficiência dos seus treinamentos e mantenha os colaboradores sempre preparados!

Agora, se você gostou do nosso artigo, que tal acompanhar mais novidades sobre o mundo corporativo? Siga nossas redes sociais! Estamos no LinkedIn, Facebook e Twitter.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *