5 razões para usar o Microlearning nos Treinamentos da organização

 

Conheça 5 razões para utilizar o microlearning nos treinamentos da sua organização.

Nos últimos anos, ficou bem claro que a capacitação de uma equipe é, em grande parte, responsabilidade das próprias empresas. Por isso muitas delas estão investindo em formas mais eficientes de treinamentos organizacionais. E com o mundo se tornando cada vez mais rápido e dinâmico, as metodologias mais tradicionais também estão sendo substituídas. Um bom exemplo disso é o microlearning.

Cada vez mais negócios estão adotando essa metodologia, já que ela se encaixa melhor nas demandas atuais. Além de ser mais adequada ao perfil atual de profissional, ela também é muito mais eficaz em home office, que é um modelo mais predominante atualmente.

Quer entender melhor o assunto? Então, acompanhe e entenda o que é essa metodologia, quais vantagens ela traz e como você pode colocá-la em prática.

 

Conheça o microlearning

 

Como o nome já deixa a entender, trata-se de micro aprendizados. Nessa metodologia, os treinamentos são realizados de forma direta, com tópicos específicos que são compartimentados em pequenas pílulas de conteúdo. Cada lição leva em torno de 5 minutos para ser aplicada.

Para isso, são utilizados diferentes métodos de aprendizado baseados na tecnologia. Vídeos, textos, imagens, testes, entre outras coisas que cada colaborador pode procurar por conta própria em uma plataforma de treinamento, sem muita necessidade de instrução direta.

A ideia aqui não é substituir completamente a capacitação direta, onde um profissional mais experiente instrui os demais. O objetivo do microlearning é tornar os conteúdos mais objetivos e fáceis de aplicar, deixando os treinamentos tradicionais para temas que não podem ser condensados e compartimentados.

 

Entenda as 5 razões para aplicar esse método em seus treinamentos

 

Como já mencionamos, o perfil de profissional atual exige métodos de capacitação diferentes do tradicional. Especialmente se você quer manter a agilidade de aprendizado em sua empresa.

Veja aqui alguns dos benefícios que o microlearning traz para seu negócio:

 

1. Lições rápidas e objetivas

 

A base dessa metodologia é a criação de pequenas lições que podem ser absorvidas em um curto período de tempo. Podem ser pequenos vídeos, textos ou mesmo um infográfico. Isso facilita a aplicação desse conhecimento no dia a dia de trabalho, além de ser excelente para melhorar o processo de revisão.

 

2. Facilidade de implementação

 

É bem mais fácil produzir uma série de pequenos conteúdos, sejam eles vídeos ou textos, do que criar um treinamento presencial para toda a equipe. É uma aplicação bem mais eficiente de tempo e recursos, além de produzir resultados mais expressivos e consistentes, mesmo em empresas que possuem orçamento e horário mais apertados.

 

3. Atualização rápida dos conteúdos

 

Se um treinamento muito grande precisa de alguma atualização, pode ser necessário descartar todo o material original e refazê-lo do zero. Porém, quando você trabalha com pequenas pílulas de aprendizado, pode preservar a maior parte do que foi feito até o momento e corrigir apenas a parte que gerou mais problemas.

 

4. Melhor aproveitamento da tecnologia

 

Powered by Rock Convert

Vídeos, PDFs, infográficos, jogos, entre vários outros tipos de mídias são fundamentais para a melhor aplicação do microlearning em qualquer empresa. É com esses recursos que você consegue fazer conteúdos rápidos, mas que são bem absorvidos e geram maior impacto na produtividade do seu negócio. Com essas ferramentas, as possibilidades de aprendizado são bem mais amplas.

 

5. Flexibilidade de aplicação

 

Por serem elaboradas em formato digital, essas pílulas de conteúdo também podem ser enviadas em momentos diferentes de acordo com a necessidade da sua equipe. Além disso, caso diferentes equipes e módulos de treinamento tenham lições em comum, você pode apenas colocar uma mesma pílula para os dois, evitando repetição de lições ou perda de conteúdo.

 

Saiba como implementar o microlearning em sua empresa

 

Considerando todos os pontos acima, é fácil concluir como essa metodologia pode beneficiar seus negócios e garantir bons treinamentos. Mas, para isso, você precisa saber como implementá-la corretamente.

Para te ajudar a dar os primeiros passos, separamos aqui algumas dicas. Confira:

 

Tenha objetivos claros

 

Cada pílula de conhecimento precisa cumprir uma meta de aprendizado dentro do tempo estipulado. Caso contrário, ela não terá o efeito desejado em seus treinamentos. Para evitar isso, você deve esclarecer desde o começo quais conteúdos devem ser abordados e qual papel eles cumprem no seu treinamento. Dessa forma, fica mais fácil criar conteúdos mais efetivos.

 

Invista na qualidade dos conteúdos

 

Sejam vídeos, textos ou infográficos, investir na melhor qualidade de produção do material é indispensável para garantir o sucesso do microlearning. Escolha correta de palavras, fontes, quantidade de informação e a forma como ela é apresentada faz toda a diferença na facilidade que sua equipe tem de absorver tudo e aplicar o que aprendeu.

 

Use codificação de cores e formas

 

Uma boa dica para facilitar o aprendizado, que é válida para todo e qualquer formato, é o uso de códigos. Um exemplo comum é a marcação de partes de um texto com cores, as quais são associadas a diferentes tipos de conteúdo. Quando falamos dos seus materiais de treinamento, estes também podem ter uma codificação consistente com relação ao tipo de conteúdo, facilitando sua leitura.

 

Contextualize com exemplos

 

O que mais faz diferença na retenção de uma informação é o seu contexto. Uma lista de nomes isolados pode ser difícil de memorizar, mas alguém pode lembrar todo o conteúdo de um livro de ficção, pois as informações estão associadas entre si através da história. Por isso é importante estabelecer um contexto para o aprendizado e criar uma narrativa para sustentá-lo.

 

Deixe um espaço para autoavaliação e feedback

 

Por fim, mas não menos importante, sempre peça o feedback da sua equipe e deixe um espaço para eles se autoavaliarem. O primeiro é importante para fazer o aprimoramento de cada pílula de aprendizado, enquanto o segundo é uma forma de causar mais reflexões. Quando o colaborador para e relembra o que foi aprendido, ele também consolida as informações e amplia seus métodos para lidar com elas.

Agora que você entende melhor o microlearning, suas vantagens e como aplicá-lo, é hora de dar os primeiros passos. Com as ferramentas certas e um pouco de direcionamento, essa metodologia será perfeita para você.

Achou este conteúdo interessante? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e ajude mais pessoas a melhorarem seus treinamentos.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *