O que é Plano de Desenvolvimento Individual?

 

O PDI ou plano de desenvolvimento individual é um planejamento de desenvolvimento de carreira realizado com os profissionais. Essa ferramenta tem o intuito de atender tanto às necessidades da corporação, quanto aos anseios do colaborador. Por meio dela, os funcionários são capazes de conhecer suas potencialidades e desenvolver as competências exigidas para atuar em novos setores na organização.

Os principais benefícios desse método são a conquista de equipes multifuncionais e que apresentam resultados de alta performance. Ao empregado é bom, pois gera crescimento profissional, e para a entidade é interessante, pois garante a qualidade de seu pessoal e retém os talentos. Pensando na importância deste tema, vamos expor neste artigo, as principais etapas do plano de desenvolvimento individual e seus benefícios. Confira!

 

Alinhamento

 

O alinhamento é a fase do plano de desenvolvimento individual na qual será observado o que a empresa almeja e quais são as potencialidades dos colaboradores. Esta etapa é importante para que ambos estejam cientes do que esperar um do outro, podendo assim, iniciar um trabalho de colaboração mútua.

No alinhamento, as questões devem ser trabalhadas de forma clara e realista. A organização não deve gerar expectativas que não será capaz de cumprir e os colaboradores devem ser honestos sobre o que almejam e até onde estão dispostos a sair da zona de conforto.

Sim, o desenvolvimento é uma quebra da zona de conforto e os funcionários estarão testando seus limites o tempo todo. Assim como a entidade estará depositando confiança em suas equipes. Por isso, é tão importante que as partes conversem claramente sobre suas visões e se coloquem dispostas mutuamente a evoluir.

 

Mapeamento

 

O mapeamento é uma etapa fundamental do plano de desenvolvimento individual. Essa é a fase na qual será observado qual é o objetivo de utilizar esse método, o que o colaborador quer aprender ou desenvolver, que ações podem ser tomadas para conquistar o que é almejado, qual período levaria para chegar no resultado e quanto teria de ser investido.

Além disso, nesta etapa é necessário discutir o plano com o gestor e partir para a definição das estratégias para que as ideias possam ser colocadas em prática. O mapeamento é muito importante para que o profissional consiga realizar uma autoanálise e se direcionar para a ação.

Nesta fase também é fundamental ser realista e observar o que pode ser feito e o que deve ser analisado com mais cautela. É preciso se precaver para que a empolgação inicial não gere malefícios, logo, gestor e liderado devem entrar num acordo sobre o que de fato é realizável em determinado prazo e o que deve ser colocado como plano futuro.

 

plano de desenvolvimento individual

 

Definição de estratégias

 

No plano de desenvolvimento individual é muito importante definir as estratégias. Elas servem para conseguir colocar em prática todas as etapas que foram observadas, logo, é necessário verificar quais são as ideações individuais, quais são os desejos corporativos e como isso pode ser alinhado.

É importante traçar estratégias que tenham a capacidade de minimizar os pontos de melhoria e explorar ao máximo os pontos fortes do colaborador. Com isso, ele passa a ter resultados de alta performance e começa a desenvolver potencialidades que nem sabia que poderia conquistar.

Tudo deve ser feito e acompanhado gradativamente e, se algum aspecto não estiver dando certo, deve ser feita uma revisão da estratégia para que ela consiga ser empregada da melhor forma possível fazendo com que de fato ocorra uma evolução do profissional em conjunto com a empresa.

 

Acompanhamento contínuo

 

Muitas empresas seguem todas as etapas corretamente, porém não realizam um acompanhamento contínuo para verificar se as estratégias estabelecidas estão tendo êxito em sua prática. Por isso, vale lembrar que, muitas vezes, uma ideia que parecia interessante, pode não ser exatamente o que se imaginava em sua execução.

Logo, é muito importante que a prática de acompanhamento e feedback de ambos os lados seja rotineira e que busque melhoria contínua. A corporação deve ter ciência de que o desenvolvimento é um trabalho infindável, afinal, a potencialidade de aprendizado dos indivíduos é infinita, logo, tudo deve ser realizado com clareza e continuidade.

 

Benefícios do plano de desenvolvimento individual

 

O plano de desenvolvimento individual é portador de incontáveis benefícios tanto para a organização, quanto para os colaboradores. Dentre eles, podemos citar o aumento na motivação dos profissionais, afinal, vão se sentir reconhecidos pela corporação e terão ciência de que estão sendo feitos investimentos para seu crescimento.

Além disso, ocorre um melhor direcionamento ao funcionário, pois se antes ele não sabia até que ponto poderia chegar, agora ele será capaz de ter ciência do quanto ele pode se desenvolver na empresa em questão e terá conhecimento das ações necessárias para gerar essa ascensão em sua carreira.

Esse método também é capaz de gerar satisfação com a carreira, clareza sobre o que está acontecendo em sua vida profissional e identificação com o trabalho que está sendo realizado. Muitos colaboradores se sentem perdidos em suas vidas profissionais e não sabem onde querem chegar e nem o que podem alcançar. Com o plano de desenvolvimento, essas questões são esclarecidas.

Por fim, essa ferramenta melhora a gestão de pessoas, pois os líderes terão maior conhecimento sobre o seu time e conseguirá delegar as tarefas com maior assertividade e confiança. E ambos se tornam mais responsáveis, os colaboradores, pois atuam de forma mais engajada e aberta ao conhecimento e a corporação, pois estará sujeita a dar condições para que esse desenvolvimento aconteça de fato.

Como vimos, o plano de desenvolvimento individual é de extrema relevância para o desenvolvimento de equipes bem direcionadas e de qualidade. Dessa forma, a corporação garante uma melhoria no clima e na cultura organizacional, afinal, os profissionais estarão motivados e alinhados. Garante também, aumento na produtividade e foco em melhoria contínua. Com isso, tanto as organizações quanto os colaboradores se tornam mais competitivos no mercado de trabalho.

E então, gostou do nosso artigo? Você já possui um plano de desenvolvimento individual em sua corporação? Para mais conteúdos como este, curta nossa página no Facebook agora mesmo e amplie seus conhecimentos!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *