Treinamento em Live: Saiba mais sobre o tema!

 

Nos últimos meses, o isolamento social levou mais e mais empresas a deixarem suas equipes trabalhando de casa, o que traz uma série de outras questões. Uma das principais é a implementação de treinamentos, os quais normalmente seriam presenciais, mas que ainda precisam ser aplicados.

Uma das soluções para isso é o treinamento em live, uma modalidade que já existia há bastante tempo, mas que tem ganhado bem mais destaque em 2020. Com cada vez mais pessoas atuando em home office, esse formato tem ganhado ainda mais importância.

Para ajudar a entender melhor, conversamos com Rafael Balarim, Sócio-diretor da EADSKILL, que nos explicou um pouco sobre a implementação desse tipo de recurso para a educação corporativa e falou sobre seu case de sucesso com a Ford Brasil. Acompanhe.

 

Como funciona o treinamento em live

 

Uma live, de forma geral, é uma transmissão de conteúdo em vídeo ou apenas áudio ao vivo. Para isso, é usado um canal online, através do qual outras pessoas podem acompanhar a sua transmissão. Junto a isso, também há ferramentas de interação com o público através de chats de texto. Dessa forma, é possível trazer os treinamentos diretamente para as pessoas através da internet.

Como Rafael Balarim explica, “o treinamento é uma das atividades que exigiu com que as empresas que ainda não estavam preparadas para o trabalho à distância buscassem por novas alternativas que fossem abrangentes o suficiente para atingir a todos os colaboradores de forma digital, e uma dessas alternativas é a Live”.

 

Quais são suas principais vantagens

 

Tanto no contexto do isolamento social quanto em circunstâncias normais, o treinamento em live tem vários pontos positivos a serem levados em conta. Vejamos alguns dos principais exemplos.

 

Variedade de formatos

 

Graças ao maior acesso à tecnologia digital, é mais fácil fazer e receber transmissões, de acordo com as preferências do seu planejamento. De acordo com Rafael, “uma live pode ter diversos formatos, desde uma em que a pessoa utiliza a câmera do seu celular como se fosse uma selfie para conversar com o seu público, até as que montam uma infraestrutura de cenografia e iluminação, como se fosse um espetáculo transmitido ao vivo”. Ou seja, você pode adaptar o formato da transmissão aos recursos disponíveis e às suas necessidades.

 

Flexibilidade de horários e locais

 

Outra característica positiva do treinamento em live é a sua flexibilidade. Conteúdos transmitidos em vídeo não exigem um espaço físico reservado para receber todos os expectadores, você pode conduzir esse recurso de educação digital em maior escala com mais facilidade, o que é muito útil durante o período de isolamento. Da mesma forma, há muito mais flexibilidade para estabelecer um horário adequado para todos os participantes, além de gravar o conteúdo para aqueles que não estiverem presentes.

 

Tecnologia como parte do treinamento

 

Uma característica especial desse formato de treinamento é que, graças à sua estrutura, ele pode incluir a tecnologia como um recurso fundamental em seu planejamento. Isso inclui o uso de ferramentas de interação, gamificação, entre outros recursos que facilitam a transmissão e retenção do conteúdo em questão. Uma qualidade cada vez mais importante na capacitação atual.

Powered by Rock Convert

 

Case de sucesso da Ford Brasil com a EADSKILL

 

A EADSKILL já vem ajudando várias empresas na implementação de treinamentos digitais em vários setores. E para esclarecer isso, Rafael Balarim, Sócio-diretor da EADSKILL, nos falou um pouco sobre o case de sucesso da Ford Brasil este ano. Confira aqui como foi esse processo.

 

Treinamento de vendas para um novo lançamento

 

O objetivo desse treinamento era preparar toda a equipe de vendedores de concessionárias para o lançamento de um novo veículo este ano, o Ford Territory. Para isso, toda a equipe precisava conhecer o produto e saber como vendê-lo.

Rafael explica: “o lançamento de um novo veículo no mercado exige meses de trabalho de diversas equipes dentro da montadora. Desde 2019 a Ford Brasil estava mobilizada e se preparando para o lançamento da Ford Territory, que aconteceria no início de 2020, quando todos foram surpreendidos pela pandemia da COVID-19”.

 

Planejamento orientado aos objetivos

 

A primeira etapa nesse treinamento foi estabelecer seus objetivos e elaborar um planejamento. Isso tudo levando em conta a limitação de que os colaboradores da marca estariam presos em casa. Engajamento do público, número projetado de vendas, tipo de conteúdo que precisa ser passado, entre outros fatores são todos levados em consideração. A partir dessas metas, foi elaborado um planejamento estratégico para otimizar a capacitação da equipe de vendas.

 

Preparação técnica para o treinamento em live

 

Ao lado do planejamento, também ocorria a preparação da parte técnica, a tecnologia necessária para realizar a transmissão. Rafael menciona como foi necessário contatar uma equipe técnica de organização de eventos para garantir a melhor experiência. “Optamos por fazer a transmissão a partir de um estúdio de gravação de vídeo preparado para a gravação de áudio direto, evitando que qualquer ruído externo pudesse entrar na fala do apresentador, além de estar suportado por um gerador, para não correr o risco de queda de energia e consequente interrupção no sinal da Live”.

 

Interação com o público

 

Claro, não seria um verdadeiro treinamento se o público não tivesse como interagir com os palestrantes para tirar dúvidas e afins. “Durante a live os participantes tinham à sua disposição um Chat onde enviavam perguntas, que eram respondidas diretamente por especialistas da Ford”, Rafael explica. “Outro ponto de interação foi um Game realizado ao vivo no final do evento com o intuito de premiar os melhores do ranking, o qual o prêmio era passar um final de semana com o Novo Ford Territory”.

 

Resultados melhores que o esperado

 

E, de fato, esse método de treinamento trouxe vários bons resultados para a Ford Brasil. Tanto a audiência quanto o nível de engajamento do público foram bem maiores que o esperado, com uma projeção de até 2.600 participantes que acabou passando dos 3.000. E muitas pessoas de diferentes estados também se envolveram em cada sessão, não apenas as localizadas nos mesmos espaços.

Diante desse case de sucesso, fica bem claro como o treinamento em live pode ter um grande impacto no desempenho da capacitação da equipe. E ele não precisa ser aplicado na mesma escala desse exemplo. Investir nesse método dentro do seu negócio, mesmo em pequenos projetos de capacitação, também tem um ótimo retorno.

Se você também quer implementar o treinamento em live em seu negócio, entre em contato com a EADSKILL e veja como podemos auxiliar. Conheça o Case de Sucesso completo aqui!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *